Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PORTUGAL, OS PRISIONEIROS DE GUANTANAMO E... MAIS UMA IDEIA PEREGRINA

Sexta-feira, 12.12.08

Na sequência da comemoração do 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, afirmou que "Portugal está disponível para receber prisioneiros de Guantanamo", após o encerramento da polémica prisão de Cuba pela Administração de Barack Obama.

 

Durante uma reunião com os seus homólogos da UE, o Ministro reforçou ainda que esta decisão deverá advir no âmbito de uma iniciativa europeia para "ajudar os EUA na resolução deste problema e reforçar as relações transatlânticas".

 

Quero acreditar que esta seja apenas mais uma ideia peregrina de um ministro português que, como muitas outras decisões, será eternamente adiada.

 

Caso contrário, corremos o risco de trazer autênticas 'bombas-relógio' para dentro do nosso próprio território. Afinal, muitos dos homens detidos em Guantanamo nunca foram indiciados por qualquer crime, tendo ainda sido barbaramente torturados para confessarem actos de terrorismo com os quais, provavelmente, nunca estiveram envolvidos.

 

Além disso, é inolvidável que o nosso país deu o seu total apoio aos americanos na suposta  e hipotética guerra contra o terrorismo ao receber os EUA, a Espanha e o Reino Unido na Cimeira dos Açores na qual ficou decidido lançar um ultimato ao ex-líder iraquiano, Saddam Hussein.

 

Se alguns considerarem que Portugal ainda não tem problemas internos suficientes, então, apoiem de sobremaneira esta decisão que, certamente, ainda fará correr muita tinta e que acabará por morrer nos escaparates nacionais como é apanágio tuga.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 12:22