Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



UM RASGO DE INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

Quarta-feira, 14.01.09

Ontem, durante uma tertúlia na Figueira da Foz, D. José Policarpo, Cardeal Patriarca de Lisboa, afirmou que "As jovens portuguesas que casem com muçulmanos irão arranjar um monte de sarilhos".

 

As reacções de repúdio por parte da comunidade islãmica residente em Portugal, não se fizeram esperar.

 

Afinal, qual o verdadeiro sentido de tais afirmações? Terão tais palavras sido provocadas por alguma bebida com elevado teor alcoolico levando D. José a soltar, inadvertidamente, o seu verdadeiro "eu"? Ou tudo se resumirá apenas a uma forte sede de protagonismo? Recorde-se que a sua última aparição nos media pautou-se por alturas do Natal...

 

Se, por um lado, D. José Policarpo não deixa de ter alguma razão, por outro, não deve proceder a este tipo de afirmações pelo menos, publicamente, sob pena de ferir susceptibilidades.

 

Além disso, tudo se resume a uma questão cultural que, concordemos ou não, deverá ser respeitada.

 

No contexto actual em que nos encontramos onde palestinianos  e israelitas se atacam mutuamente e, numa altura em que se fala tanto de diálogo inter-religioso, tais afirmações não fazem qualquer sentido, acabando até por demonstrar alguma mesquinhez e intolerância da Igreja Católica perante outras confissões religiosas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 20:26