Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



UM DEBATE HÁ MUITO ESPERADO

Terça-feira, 17.02.09

Depois de várias críticas à Direcção de Programas da RTP e à apresentadora do Prós e Contras, o espaço por excelência de debate na televisão pública, a RTP1 convidou várias figuras públicas para debaterem o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

 

A liderar os defensores do 'sim' estiveram Miguel Vale e Almeida, antropólogo, e Isabel Moreira, jurista. Do lado do 'não' António Vaz Pinto, padre e representante da Igreja Católica, e Pedro Vaz Pinto, jurista, lideraram as hostes do contra. A moderar o debate esteve Fátima Campos Ferreira que conseguiu de forma exemplar, manter-se imparcial, apesar de ser sobejamente conhecida a sua opinião relativamente a esta temática.

 

Quem teve oportunidade de acompanhar o debate na íntegra ficou com a clara sensação que os defensores do 'não', já não conseguem - aliás, nunca conseguiram - esgrimir argumentos suficientemente válidos no sentido de marcar a sua posição.

 

Recorrendo a argumentos tão inverosímeis como a analogia entre o incesto e a homossexualidade ou o facto de rotularem as lésbicas e os gays como anormais, acabou por inquinar por completo  a sua posição na defesa da instituição casamento como um contrato celebrado única e exclusivamente entre um homem e uma mulher.

 

No final do debate ficou claro e inequívoco que os contestatários do casamento entre pessoas do mesmo sexo não são apenas pessoas iletradas ou com poucas habilitações literárias. Na verdade, ainda existe um sem número de indivíduos nas mais altas esferas nacionais que pretendem, forçosamente, impedir a concretização de um direito fundamental consagrado na Constituição da República Portuguesa e que representa mais um passo em direcção à liberdade e dignidade de uma pequena, mas significativa percentagem da população portuguesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 21:27