Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BENFICA E CORNINHOS À PORTUGUESA

Segunda-feira, 06.07.09

Este quase que poderia ser o título de uma receita tradicional portuguesa. Infelizmente, não é. Trata-se apenas de uma menção a 2 dos acontecimentos mais insólitos que marcaram a semana no panorama desportivo e político nacional.

 

O primeiro prende-se com as eleições no Benfica e um acto eleitoral que envolveu tribunais, pareceres jurídicos e aconselhamentos judiciais visando o adiamento do acto eleitoral.

 

Como seria de esperar, Manuel Vilarinho (ou, como diriam no Contra Informação, Manuel Vilavinho, tal é a cara de 'tarraço' - bêbedo em madeirense - que o homem tem!), presidente da Assembleia Geral do clube da Luz, ignorou por completo o parecer judicial.

 

Contas feitas, venceu Luís Filipe Vieira com 91% dos votos contra os 2% obtidos por Bruno Carvalho.

 

Depois de muita luta e controvérsia, para a história ficarão apenas a 'troca de mimos e galhardetes' entre os candidatos e a memória de umas eleições que em nada abonaram o nome do clube da Luz.

 

A semana não estaria completa sem um acontecimente em grande protagonizado, desta vez (ou mais uma vez!), por Manuel Pinho, ex-Ministro da Economia. Sim, ex-Ministro! Depois dos 2 dedos na testa a lembrar um belo par de corninhos dirigidos ao líder parlamentar da bancada do PCP, Bernardino Soares, o Primeiro-Ministro José Sócrates, não teve outro remédio senão o de demitir Pinho.

 

O insólito aconteceu na última sexta-feira em plena Assembleia da República, durante o debate da nação.

 

Os corninhos de Manuel Pinho (a língua portuguesa consegue ser muito traiçoeira...) ficarão durante muito tempo na memória dos portugueses e... não só! O gesto do ex-titular da pasta de Economia ultrapassou fronteiras e fez manchete em vários jornais internacionais para gáudio de muito boa gente.

 

E assim vai o nosso belo país, à beira-mar plantado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 18:34