Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O EUROFESTIVAL DA TRETA

Domingo, 09.12.07

Ano após ano, as representações portuguesas nos eurofestivais continuam a sair derrotadas. Impõe-se uma pergunta: falta de talento ou mera fantochada?

 

Talvez a resposta esteja no número de espectadores do Sul, Centro e Norte da Europa que o eurofestival tem vindo a perder anualmente...

 

Jorge Leiria, o "puto-maravilha" que cantou e encantou Portugal no último Festival da Canção Júnior, foi o digníssimo representante nacional no Eurofestival Júnior 2007 em Roterdão, Holanda. Entre 16 concorrentes, o pequeno lourinhanense não foi além do penúltimo lugar.

 

Injusto e revoltante são as únicas palavras que me ocorrem para classificar este tipo de iniciativas. Entre 16 canções a concurso, 11 eram representantes de países do Leste da Europa e até da Ásia.

 

Primeiro questão: se estamos a falar de um eurofestival, qual a razão que leva este concurso a aceitar participações asiáticas?

 

Segunda questão: que tipo de justiça poderá existir nos resultados, quando a pontuação é atribuída por questões de "vizinhança"?

 

Terceira questão: porque é que Portugal continua a participar neste tipo de fantochadas?

 

A administração da RTP deveria fazer uma profunda análise a esta situação. Países como a Alemanha, Espanha, França, Itália ou Inglaterra já desistiram de dar o seu aval e até emprestarem os seus talentos a este tipo de concursos. Portugal deveria seguir-lhes o exemplo.

 

Vale-nos a participação brilhante do pequeno Jorge, um pequeno-grande talento que em Roterdão mostrou ser mesmo muito GRANDE!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 21:54