Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



HÁ COISAS FANTÁSTICAS, NÃO HÁ? (Parte II)

Quarta-feira, 08.12.10

O segundo caso a relatar está relacionado com um pseudo-suicídio em Albufeira.

 

Em 2009, um jovem apareceu baleado no quintal da casa dos pais em Albufeira. Depois de uma investigação que de exaustiva não deve ter tido muito, a PJ do Algarve (sim, essa força de autoridade que raramente consegue deslindar casos de crianças desaparecidas), depressa chegou à conclusão que o rapaz se havia suicidado.

 

Até aqui, nada de extraordinário...

 

Curiosamente, existem factos ainda por explicar em todo este processo. Primeiramente, além do tiro na cabeça que provocou a morte do jovem, este tinha também um ferimento de bala na perna. Explicação? Talvez o rapaz tivesse decidido praticar tiro ao alvo em si próprio antes de se suicidar...

 

Em segundo lugar, a arma do crime desapareceu misteriosamente. Explicação? Bom, talvez a dita cuja tivesse umas asinhas ou umas perninhos incorporadas, o último grito da moda no que concerne a armas de fogo entre os nossos "vizinhos" nipónicos...

 

Terceiro e último facto não menos relevante: testemunhas que nem sequer foram ouvidas pelas autoridades, afirmam que viram um pequeno grupo de pessoas de etnia cigana a afastar-se do local do crime (perdão, do local da ocorrência). Mais curioso ainda é que estes indivíduos estavam com as mãos sujas de sangue. Explicação? Talvez estes senhores tivessem acabado de ajudar alguém da vizinhança a matar uma galinha. Como é do conhecimento geral, são necessárias pelos menos três pessoas para matar esse bicho tão feroz: duas para segurar as asas e uma para dar o golpe fatal...

 

De facto, neste pequeno país de sólidos e brandos costumes, há coisas fantásticas, não há?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 17:48


4 comentários

De James a 10.12.2010 às 12:45

Já não me lembrava do caso em concreto, mas o seu "poste" confirma a minha impressão que a ironia e o sarcasmo não são assim tão maus como dix a 'conventional wisdom' e podem ser armas ainda mais 'poderosas' que a infausta 'cantiga' para se atingir a cabeça (ou pelo menos a atenção...) do people.
Ah, e parabéns pela escolha do 'typo' Comic SansMS, também é o meu preferido.

Salut, Pat.
:-)

De Criatura da Noite a 12.12.2010 às 22:39

Há situações tão insólitas e até descabidas que seria impossível não deixar uma nota de ironia e/ou sarcasmo.

Obrigada pela visita. Aliás, este agradecimento é extensível a todos os que visitam ou já visitaram este cantinho.

São poucos, mas bons.

De T. a 11.12.2010 às 13:04

Eu apenas felicito-te pelo que tens escrito! Não compreendo o porque de tanta celeuma por aqui, pois está visto que isto é apenas um blog... Enfim!...

De Criatura da Noite a 12.12.2010 às 22:46

Celeuma? Não! Foi só um comentário fora de contexto.

A propósito, mais uma vez, obrigada pela tua visita. É sempre bom rever-te por aqui.

Comentar post