Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


QUEM ESPERA, DESESPERA

Domingo, 15.11.15

Enquanto o mundo ocidental chora as vítimas dos atentados de Paris ocorridos na passada sexta-feira, os portugueses aguardam impávidos e serenos a decisão do Presidente da República (PR), Anibal Cavaco Silva. Afinal, o que vai fazer o ainda PR? Indigitar António Costa para formar um Governo de esquerda, nomear um Governo presidencial que corre o risco de ser novamente chumbado no Parlamento, marcar novas eleições, esperar uma inspiração divina ou aguardar pacientemente que uma cagarra chegue das Ilhas Desertas para comunicar-lhe a decisão?

De facto, esta espera é totalmente incompreensível. Primeiro, foi a demora na indigitação de Pedro Passos Coelho como Primeiro-Ministro, agora é esta espera que que quase desespera.

Que poderes se movem por trás desta pseudoindecisão? Seria mesmo necessário aguardar 1 mês e 4 dias para o PR indigitar Pedro Passos Coelho, dando tempo ao PS de firmar 3 acordos à esquerda com vista ao chumbo do programa do novo Governo na Assembleia da República?

No meio de toda esta trapalhada política, continuamos sem Orçamento de Estado (OE) para 2016, sem Governo, a UE a ameaçar aplicar sanções pecuniárias a Portugal, caso não apresentemos em breve as principais linhas do OE e, por último mas não menos importante, as agências de rating a ameaçar baixar o nível de Portugal para 'lixo' (ou será 'mais lixo'?), levando os mercados a pressionarem a dívida pública portuguesa.

Perante este cenário a roçar o ridículo, não poderia deixar de vir à memória algumas famosas teorias da conspiração, entre as quais aquela que defende a existência do Grupo Bilderberg, um grupo restrito de pessoas que se reúne anualmente e que decide secretamente quais as políticas mundiais a adotar e a implementar. Apesar de Portugal não ter qualquer importância no xadrez geo-político mundial, o poderio económico de alguns países da UE não seria possível sem a existência de economias frágeis como a portuguesa ou a grega.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 21:00

A HIPOCRISIA OCIDENTAL

Sábado, 14.11.15

Mais uma vez, o Ocidente e, particularmente a Europa, acordaram sob um manto de terror. Ontem ao início da noite, vários homens armados com armas automáticas e cintos explosivos atacaram a tiro e à bomba diversos locais de Paris. O número de mortos ainda é incerto, mas já estão contabilizados pelo menos 130 vítimas mortais e mais de três centena de feridos, alguns em estado grave.

Os principais alvos foram o Estádio de França, onde decorria um jogo de futebol amigável entre as seleções francesa e alemã e o Bataclan, uma das mais conhecidas salas de espetáculo parisienses. Há ainda registo de outros ataques em restaurantes e cafés da capital francesa, não tendo sido espicificadas onde e quais. 

Os ataques terroristas já foram reinvindicados pelo Estado Islâmico (EI) que justificou os atos como sendo uma retaliação aos ataques levados a cabo pela França em território sírio.

De facto, estamos perante mais um ato bárbaro perpetrado por gente ignóbil que não tem a mínima noção do conceito de humanidade. No entanto, terão os europeus, ou melhor, os ocidentais que se consideram tão civilizados, noção do conceito de humanidade?

Os EUA e alguns países da Europa como a França, Alemanha ou Reino Unido consideram-se no direito de invadir países como o Iraque, o Afeganistão ou lançar ataques na Síria sob a eterna e sempre controversa capa da libertação daqueles povos. 

Contudo, só os ingénuos acreditam nesses argumentos. Muitas vezes, por detrás dessas invasões estão razões puramente economicistas como o controlo dos poços de petróleo ou o interesse das empresas ocidentais na reconstrução desses países. Após a invasão, "estabilização" e controlo político dos territórios ocupados ou atacados, assistimos, invariavelmente, a uma corrida desenfreada das empresas americanas e europeias rumo a esses territórios para "ajudarem" na sua reconstrução. Exemplo disso são o Afeganistão, o Iraque ou a Palestina. 

A par desta hipocrisia grotesca, ainda existem os crimes perpetrados pelas forças estrangeiras, supostamente, 'amigas'. É do conhecimento público, mas ainda tantas vezes abafado, que durante as invasões e ataques por forças estrangeiras ditas "civilizadas", um número ainda indeterminado de homens, mulheres e crianças são violados, abusados sexualmente e assassinados por aqueles que 'gritam' ao mundo inteiro que estão ali para ajudar. Curiosamente, os comentadores políticos e intelectuais não falam destes casos. Porque será?

Em suma, tão ignóbeis e bárbaros são os ataques terroristas perpetrados por elementos do EI em solo europeu, como o são as invasões levadas a cabo pelas forças ocidentais em territórios do Médio Oriente. No fundo, acabam por ser os mais fracos e inocentes a 'pagarem a fatura'.

Por isso, os ataques em território francês não me surpreendem. O que me surpreende é a tremenda hipocrisia da esmagadora maioria das pessoas e, particularmente, dos opinion makers e pseudointelectuais que julgam e condenam tão displicentemente os ataques terroristas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 21:30

AFINAL, QUEM GANHA COM AS GREVES?

Quinta-feira, 07.11.13

O dia está a ser marcado pela paralisação de centenas de trabalhadores do sector dos transportes, nomeadamente da CP, SOFLUSA, CARRIS e SCTP. 

Segundo os sindicatos dos transportes e comunicações, a greve não está a ter a adesão esperada, mas quem circulasse, ou melhor, tentasse circular esta manhã na Linha de Sintra, deparar-se-ia com um cenário típico de um dia de greve geral: comboios parados e bilheteiras fechadas. 

A indignação geral estava bem patente no rosto das pessoas que aguardavam a partida do comboio no Rossio, pairando no ar a dúvida, se uma das composições paradas desde as 6h30 da manhã e com o motor em funcionamento, iria ou não arrancar para mais uma viagem em direcção a Sintra. 

O direito à greve é um direito constitucional que assiste todos os cidadãos. Contudo, e por mais válidas que sejam as razões, não é digno da parte dos grevistas, dos sindicatos e até da CP, deixarem centenas de utentes horas a fio à espera pela partida ou chegada de um comboio que, afinal, teima em não partir ou chegar. 

Apesar de todos os sindicatos defenderem que a greve é uma das poucas formas de demonstrarem o descontentamento geral dos trabalhadores, a verdade é que os únicos resultados visíveis destas paralisações são, por um lado, o facto de as empresas acabarem por poupar milhares de euros em combustíveis, mão-de-obra e outros bens e serviços essenciais ao normal funcionamento da rede de transportes e, por outro lado, o repúdio e afastamento dos utentes da causa defendida pelos trabalhadores descontentes. 

Analisando crua e friamente estes factos, quase que poderíamos suspeitar da velha teoria da conspiração e conluio entre sindicatos e Governo. Afinal, enquanto o público em geral se vira contra os trabalhadores devido aos transtornos causados e os trabalhadores se viram contra o público em geral pela suposta falta de apoio e compreensão, o Governo vai governando, ou melhor, desgovernando o país a seu bel-prazer...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 19:21

A BIPOLARIDADE PARTIDÁRIA DOS PORTUGUESES

Domingo, 03.11.13

O ano de 2013 caminha a passos largos para o final e neste pequeno país à beira-mar plantado, o ambiente social, político e económico piora de dia para dia. 

Enquanto o Governo insiste em lançar cá para fora mais medidas de austeridade, onde se destacam os cortes nos salários, o aumento de impostos, a criação de taxas e sobretaxas, entre outras formas de subtrair mais dinheiro aos que pouco ou já nada têm, o povo, essa mole humana que está a ser fortemente esmagada pelas tão apregoadas medidas de austeridade para controlar o défice e equilibrar as contas públicas, continua impávido e sereno à espera do próximo embate ou, como diriam alguns, à espera do próximo 'prego no caixão'. 

Na Grécia, em Espanha ou no Brasil, algumas medidas que afectavam directamente os seus cidadãos, foram recebidas com protestos, manifestações na rua e confrontos com a polícia. Em Portugal, continuamos a recebê-las como se não fosse nada connosco ou, quando muito, com umas 'farpas' lançadas nas redes sociais e, de tempos a tempos, uns gritos e apupos em forma de protesto, perpetrados por meia dúzia de indivíduos. 

Claro que ninguém espera e deseja que os portugueses radicalizem os protestos e passem das palavras à violência gratuita. No entanto, é necessário mostrar aos partidos do Governo (PSD/CDS-PP) e ao maior partido da oposição (PS) que os modelos políticos, económicos e sociais adoptados nos últimos anos, expiraram há muito. 

Talvez esteja na altura dos portugueses mostrarem de forma indelével, clara e inequívoca que estes partidos e estes boys e girls 'fabricados' no seio das máquinnas partidárias, já não servem os interesses de ninguém, exceptuando, talvez, os interesses deles próprios. A melhor forma continua a ser, sem sombra de dúvida, o sufrágio universal. Contudo, ficou claro uma vez mais nas últimas eleições autárquicas, que os portugueses continuam a sofrer de bipolaridade partidária, uma maleita que tem vindo progressivamente a destruir o nosso país nos últimos 39 anos.

Talvez ainda não tenhamos 'batido suficientemente no fundo' até este povo, que um dia foi grande e reescreveu uma boa parte da História mundial, acordar deste marasmo em que mergulhou. Esperemos apenas, que o despertar do leão não seja demasiado tarde...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 23:21

O ADEUS DE RELVAS

Quinta-feira, 04.04.13

A notícia caiu que nem uma bomba ao início desta tarde, mas não provocou tantas 'ondas de choque' como o anúncio do regresso de José Sócrates a Portugal e, nomeadamente ao comentário político nacional. 

Miguel Relvas, o todo-poderoso Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares termina o seu reinado num Governo prestes a dar o último suspiro e sai por, alegadamente e segundo as suas próprias palavras, "já não ter condições anímicas para continuar". 

As reacções à sua saída do Executivo não se fizeram esperar. Auscultando algumas opiniões quer ao nível político, quer entre os milhares de cidadãos anónimos que fizeram questão de se manifestar através das redes sociais, o sentimento geral é de que esta saída "peca por tardia". 

No meio de todo este bruaá político, alguns começam já a conjecturar o futuro de Relvas. Enquanto uns apostam no regresso do ex-ministro aos bancos da faculdade para terminar a licenciatura em Ciência Política que Nuno Crato, Ministro da Educação se prepara para retirar ao colega demissionário, outros apostam na teoria de que algures numa empresa previamente escolhida a dedo, se prepara um lugar de topo para a chegada do ex-ministro, pagando desta forma, alegados favores trocados aquando do seu mandato enquanto membro de um Governo. 

O cenário não seria novo e enquanto este tipo de situação perdurar, jamais teremos uma democracia plena e livre de suspeitas de corrupção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 22:06

SAI UMA LICENCIATURA À PRESSÃO!

Domingo, 08.07.12

Primeiro, foi a licenciatura de José Sócrates na Universidade Independente carregada de contradições com documentos por assinar e carimbar, datas confusas, notas contraditórias, professores repetidos e um curso terminada em pleno domingo do mês de Agosto. Agora é a vez da licenciatura de Miguel Relvas na Universidade Lusófona. Segundo rezam as crónicas, o actual Ministro dos Assuntos Parlamentares terá recebido entre 120 e 160 créditos pelo reconhecimento da sua experiência profissional, o que lhe permitiu obter uma licenciatura de 3 anos apenas num ano. 

Em abono da verdade, muitos são os portugueses que anseiam conhecer o segredo de tal 'magia'. Mais curioso ainda é chegarmos à conclusão que estes pseudo-licenciados acabam por ocupar lugares de destaque na política nacional e, mais tarde, em grandes empresas privadas, ao contrário de outros milhares de concidadãos licenciados que se esfalfam durante 3, 4 ou 5 anos e depois vêem o seu esforço ser recompensado com um mísero emprego numa caixa de hipermercado ou atrás de um balcão de café. 

De facto, este é o retrato do país real, um país de políticos corruptos, licenciaturas terminadas ao domingo e em apenas um ano e de bacharéis, licenciados, mestres e doutorados dignos desse nome no desemprego, a exercerem funções abaixo das suas habilitações académicas ou a emigrarem na expectativa de uma vida melhor no estrangeiro.

Parece que em Portugal o dinheiro compra mesmo tudo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 19:36

O TALENTO DE FF

Domingo, 06.05.12

Independentemente de se gostar ou não do programa "A Tua Cara Não Me É Estranha" da TVI, uma coisa começa a ser evidente: este programa tem revelado um outro lado dos nossos artistas/cantores e colocado em evidência alguns talentos ainda desconhecidos do grande público. 

O primeiro caso foi, sem dúvida alguma, João Paulo Rodrigues, o famoso 'Quim Roscas de Curral de Moinas' da rúbrica 'TV Rural' que se revelou na 1ª edição de "A Tua Cara Não Me É Estranha" um autêntico animal de palco, capaz de se metamorfosear num qualquer personagem. 

Nesta 2ª edição do programa da TVI começa a revelar-se o talento escondido (pelo menos para o grande público) de Fernando Fernandes, mais conhecido por FF. Nas primeiras três galas, o cantor e actor vestiu de forma magnífica a pele de Áurea, Prince e Mika, mas no último programa FF superou-se e conseguiu transformar-se magistralmente em Cármen Miranda e cimentar de forma claríssima todo o seu talento como cantor e actor. 

Em certa medida, não podemos deixar de concordar com Luís Jardim, presidente do júri do programa, que o talento de FF é comparável ao dos grandes artistas da Broadway ou de Hollywood. De facto, começa a ser mais que evidente que um talento como o de Fernando Fernandes é demasiado pequeno para um país como Portugal e que este míúdo merece singrar, internacionalmente, no mundo do espectáculo. Resta saber até que ponto FF conseguirá dar asas ao seu sonho e lutar por uma carreira a nível internacional. Para bem do mundo do espectáculo, assim o esperamos e desejamos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 14:29

E PARA QUANDO O DIA DO DESEMPREGADO?

Terça-feira, 01.05.12

O 1º de Maio é, por tradição, o Dia Internacional do Trabalhador, mas nos tempos que correm este dia começa a fazer cada vez menos sentido. Segundo dados oficiais, o desemprego em Portugal atingiu em Março a casa dos 15% e em Espanha a taxa de desemprego já vai nos 25% (a realidade dos números deve andar bem longe destes dados, mas por medo ou, simplesmente, vergonha, ninguém se atreve a arriscar um número), enquanto no resto da Europa os números não são mais animadores, à excepção do Luxemburgo e da Alemanha com taxas de desemprego abaixo dos 5%. 

Neste sentido, urge perguntar: para quando um Dia Europeu do Desempregado? Afinal, esta é a realidade com que, diariamente, nos deparamos na televisão, nos Centros de Emprego e Centros de Segurança Social a abarrotar de pessoas desesperadas, nas poucas lojas de comércio tradicional que ainda restam cheias de material para venda e vazias de clientes ou no mercado imobiliário completamente a agonizar. 

Fica a sugestão de um dia dedicado aos milhões de desempregados por essa Europa fora com distribuição de senhas de racionamento, roupas usadas, cobertores para todos aqueles que perderam a casa e passaram a viver nas ruas e as habituais promessas dos governantes de que tudo vai melhorar e que a austeridade tem o único propósito de construir uma Europa mais justa e igualitária. 

Parafraseando o saudoso Fernando Pessa: "E esta, heim?!"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 21:49

MAIS UM CASO NA MADEIRA

Sábado, 28.04.12

As notícias de constantes atentados à democracia na Madeira, nunca foram novidade para ninguém. No entanto, esta semana abriu-se um novo precedente - para muitos incompreensível - com as operações de buscas efectuadas ao edifício da extinta Secretaria Regional do Equipamento Social.

A história resume-se de uma forma simples. Na última segunda-feira, o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) ordenou que se efectuassem buscas em diversos edifícios do Governo Regional da Madeira na sequência do inquérito da alegada omissão de dívida pública naquela região. 

O caso nada teria de extraordinário, se as procuradoras do Ministério Público, Carla Dias e Auristela Gomes, não tivessem optado pelo Comando Territorial da GNR, força de segurança a quem cabe, essencialmente, competências ao nível fiscal e aduaneiro naquela região autónoma, em detrimento da Polícia Judiciária (PJ), força policial vocacionada para a investigação de crimes económico-financeiros, nomeadamento, crimes de corrupção, branquamento de capitais ou abuso de poder praticados por titulares de cargos políticos. 

A propósito deste insólito caso, Marinho Pinto, Bastonário da Ordem dos Advogados veio a público defender que este tipo de actuação não é digno de um regime democrático, considerando ainda que todo este caso é "surreal" e "pior do que na América Latina ou na república das bananas". 

E em abono da verdade, Marinho Pinto não anda muito longe da realidade ou não fosse considerada a Região Autónoma da Madeira uma autêntica 'República das Bananas' e os sucessivos governos centrais de Lisboa, um 'bando de bananas' incapazes de pôr fim ao despotismo político e económico de Alberto João Jardim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 19:36

A UM PASSO DA FINAL

Quinta-feira, 26.04.12

Numa semana futebolística europeia para esquecer para as equipas espanholas - recorde-se que o Barcelona FC e o Real Madrid foram eliminados nas meias finais da Liga dos Campeões -, o Athletic de Bilbao terá, esta noite, oportunidade a par do Atletic de Madrid de salvar a honra das equipas castelhanas nas competições europeias.

 

Pela frente terá um Sporting altamente moralizado pela vitória por 2-1 em Alvalade. Apesar de se prever um jogo bastante difícil para a equipa 'verde e branca', as hostes leoninas acalentam a esperança duma final em Bucareste, o que comportaria alguns lugares na subida do ranking da UEFA e, em caso de vitória, um acréscimo de 6 milhões de euros aos cofres de Alvalade.

 

Questões monetárias e prestígios à parte, uma possível vitória do Sporting na final da Liga Europa, também contribuiria de uma forma indubitável para o aumento da auto-estima nacional. Peritos na desvalorização de tudo o que é nacional, os portugueses depressa esqueceriam as mágoas e as tristezas de um país à beira do colapso... pelo menos, por alguns dias.

 

Por isso, esta noite o que todos pedem é uma vitória da equipa de Alvalade no estádio de San Mamés no País Basco. FORÇA SPORTING, MOSTRA QUE TENS CORAÇÃO DE LEÃO!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Criatura da Noite às 01:14